sábado, 22 de outubro de 2011

A Fada Palavrinha e o Gigante das Bibliotecas

A Fada Palavrinha e o Gigante das Bibliotecas - letra da canção

Vitoria, vitória,
Vai começar a história.
Bis) 4 vezes

Era uma vez um rei
com um grande tesouro:
esmeraldas, diamantes
e muitas moedas de ouro.

A rainha então lhe disse:
- Podias comprar para mim
Um palácio com dez torres
e telhado de marfim.

O rei franziu o nariz,
Não ficou nada contente.
Ele tinha outra ideia
Em tempos na sua mente,
Ele tinha outra ideia
Em tempos na sua mente.

Vitória, vitória
Começou a história.
Bis) 4 vezes

Ergueu um grande edifício,
Forrou-o todo com estantes
Mandou vir imensos livros
no dorso de elefantes.

A nova biblioteca
Ganhou tal sabedoria
Que melhor rei neste mundo
Aposto que não havia.

Mas o pior foi que as traças,
Ao verem tal corrupio,
Entraram na biblioteca
Num dia cinzento e frio,
Entraram na biblioteca
Num dia cinzento e frio.

Vitória, vitória
É meio da história
Bis) 4 vezes

Quando a noite então surgiu,
Apareceu um gigante,
Com longas asas, que vinha,
Com longas asas, que vinha
De uma gruta distante.

- Não, eu venho, majestade
apenas pedir emprego.
Comer traças é trabalho,
Comer traças é trabalho,
ideal para um morcego.
Bis)

Vitória, vitória
É o final da história.
Bis) 4 vezes

- Mas quem és tu, borboleta?
- perguntou ele, intrigado.
- Sou a Fada Palavrinha
que vivo aqui ao teu lado.

- Sobre as crianças eu deito
uns pós de perlimpimpim
para descobrirem que ler
é uma aventura sem fim,
Para descobrirem que ler
É uma aventura SEM FIM.

Vitória, vitória.
Acabou a história.
Bis) 4 vezes

In: youtube

Sem comentários:

Enviar um comentário