sexta-feira, 24 de abril de 2015

quarta-feira, 22 de abril de 2015

LIBERDADE

O Que é ser Livre?

É dizer o que sentimos,
É crescer, é viver!
É não ser preso e viver em liberdade,
É falar e dizer o que se pensa,
É viver sem estar entaipado,
É não ir à Guerra e não lutar!
É crescer sem medo.
É ter direito a ser tratado quando estamos doentes.
É ter amor e dar amor,
É ser feliz!
É não VOLTAR ATRÁS!

É ser livre como uma flor,

É UM CRAVO QUE SE FEZ LIBERDADE!...



Trabalho produzido pelos alunos  do 2º E, Escola Básica de Montes da Costa
Baseado na leitura do livro "História de uma flor" de Maria Alberta Meneres

sábado, 18 de abril de 2015

25 de Abril - O Barrigas e os Magriços - Conto de Álvaro Cunhal





in:http://www.jf-portimao.pt/pub/os_barrigas_e_os_magri%C3%A7os.pdf

sexta-feira, 17 de abril de 2015

Feira do livro usado

23 de abril na Biblioteca Escolar

Boletim informativo da Biblioteca Escolar - 1º - 2015

terça-feira, 7 de abril de 2015

Autor do mês de abril - José Vaz




quarta-feira, 18 de março de 2015

Semana da Leitura - Encontro de Autores

Escritora Joana Nogueira com a apresentação do livro "Oskar, o crocodilo violinista" - Educação Pré-escolar








Escritora Beatriz Lamas de Oliveira, com a apresentação do livro "O mocho sábio" - 4ºs anos de escolaridade

Descubra os trabalhos produzidos pelos alunos na página "Aprender com a BE"









Mestre Franchini, ilustrador da obra "Oskar, o crocodilo violinista" - alunos do 8ºA

sábado, 7 de março de 2015

DIA INTERNACIONAL DA MULHER 2015

POEMA " A MULHER QUE PASSA" DE Vinicius de Moraes

A todas as mulheres...


POEMA - A Mulher Mais Bonita do Mundo de José Luís Peixoto, in "A Casa, a Escuridão"

estás tão bonita hoje. quando digo que nasceram
flores novas na terra do jardim, quero dizer
que estás bonita.

entro na casa, entro no quarto, abro o armário,
abro uma gaveta, abro uma caixa onde está o teu fio
de ouro.

entre os dedos, seguro o teu fino fio de ouro, como
se tocasse a pele do teu pescoço.

há o céu, a casa, o quarto, e tu estás dentro de mim.

estás tão bonita hoje.

os teus cabelos, a testa, os olhos, o nariz, os lábios.

estás dentro de algo que está dentro de todas as
coisas, a minha voz nomeia-te para descrever
a beleza.

os teus cabelos, a testa, os olhos, o nariz, os lábios.

de encontro ao silêncio, dentro do mundo,
estás tão bonita é aquilo que quero dizer.

terça-feira, 3 de março de 2015

Vencedores do concursos "Palavras do Mundo"

CONCURSO DE POESIA "PALAVRAS DO MUNDO"

Resultados do concurso de poesia promovido pela Biblioteca Escolar

Vencedores:

1º Escalão – “Se eu fosse uma flor” de Lara Brandão Azevedo, 3º H, Escola Básica de Mirante dos Sonhos

2º Escalão – “As palavras” de Taynah Fernandes dos Santos 5º H, Escola Básica de S. Lourenço

3º Escalão – “O poder das palavras” de Rita do Carmo Pereira Marques, 7º E, Escola Básica de S. Lourenço

4º Escalão – “Filhos da (i)literacia” de Hélio Valdemar Guerra Farelo

segunda-feira, 2 de março de 2015

Atividades mês de março




sábado, 14 de fevereiro de 2015

DIA DOS NAMORADOS





HISTÓRIA DE S. VALENTIM

Diz-se que o imperador Cláudio pretendia reunir um grande exército para expandir o império romano.
Para isso, queria que os homens se alistassem como voluntários, mas a verdade é que eles estavam fartos de guerras e tinham de pensar nas famílias que deixavam para trás...
Se eles morressem em combate, quem é que as sustentaria?
Cláudio ficou furioso e considerou isto uma traição. Então teve uma ideia: se os homens não fossem casados, nada os impediria de ir para a guerra. Assim, decidiu que não seriam consentidos mais casamentos.
Os jovens acharam que essa era uma lei injusta e cruel. Por seu turno, o sacerdote Valentim, que discordava completamente da lei de Cláudio, decidiu realizar casamentos às escondidas.
A cerimónia era um acto perigoso, pois enquanto os noivos se casavam numa sala mal iluminada, tinham que ficar à escuta para tentar perceber se haveria soldados por perto.
Uma noite, durante um desses casamentos secretos, ouviram-se passos. O par que no momento estava a casar conseguiu escapar, mas o sacerdote Valentim foi capturado. Foi para a prisão à espera que chegasse o dia da sua execução.
Durante o seu cativeiro, jovens passavam pelas janelas da sua prisão e atiravam flores e mensagens onde diziam acreditar também no poder do amor.
Entre os jovens que o admiravam, encontrava-se a filha do seu carcereiro. O pai dela consentiu que ela o visitasse na sua cela e aí ficavam horas e horas a conversar.
No dia da sua execução, Valentim deixou uma mensagem à sua amiga (por quem dizem que se apaixonou), agradecendo a sua amizade e lealdade.
Ao que parece, essa mensagem foi o início do costume de trocar mensagens de amor no dia de S. Valentim, celebrado no dia da sua morte, a 14 de Fevereiro do ano de 269.



quarta-feira, 11 de fevereiro de 2015

Dia Europeu de 112




Dia Europeu do 112 
11 de fevereiro de 2015

Hoje, na biblioteca, havia dois senhores que eram polícias que nos vieram falar do “ Dia Europeu do 112”.
Eles estiveram a explicar-nos o que era o 112. Explicaram-nos quando é que devíamos ligar para o 112…
Também nos disseram que não devíamos fazer partidas ao ligar o 112, porque podia haver uma emergência a sério e os bombeiros não podiam ir.
Depois na parte exterior da escola, encontramos vários bombeiros.
Havia uma ambulância de doentes que tinha lá dentro duas macas para uma emergência e materiais de apoio aos técnicos.
Havia também um camião que levava mangueiras e outros utensílios para apagar os fogos, e um bombeiro esteve- nos a explicar o que é que usavam nos incêndios.
Foi uma atividade especial, porque o que eu vimos não imaginávamos que fosse possível existir!

Escola Básica de Montes da Costa - 4º C


domingo, 1 de fevereiro de 2015

Chegou o inverno

quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

O INVERNO

O inverno

    O inverno começa a 21 ou 22 de dezembro e termina a 20 ou 21 de março.
    É a estação mais fria do ano.
    Chega o vento forte, a chuva abundante, a trovoada.
    As serras cobrem-se de neve e os campos de geada.
    O céu fica muito cinzento.
    Muitas árvores ficam sem folhas…despidas!
    Os dias são mais curtos e as noites mais longas.
    As pessoas usam roupas e acessórios mais quentes, como por exemplo: casacos grossos, gabardines, cachecóis, gorros, luvas, botas e guarda-chuvas.
    As festas que nos divertem nesta estação são: o Natal, a Passagem de Ano, o Dia de Reis e o Carnaval.
    Nós gostámos do inverno, pois podemos ir à Serra da Estrela fazer bonecos de neve e esqui.

                                                 Texto coletivo realizado pela turma do 1ºD

                                                      Escola Básica de Montes da Costa
 

CONTINUAÇÃO DA HISTÓRIA DO BONECO DE NEVE


… mas o Boneco de Neve não podia ir para a escola. Porquê?!?!? Ora, não tinha pernas nem braços para trabalhar, não se podia sentar, nem escrever, nem falar. Também não conseguia sair do sítio. E as perguntas? Pois, sem cérebro não podia pensar nem responder. Como a escola está aquecidinha, o Boneco ia derreter… Que complicação!
Ai, ele desejava tanto ir para a escola, que resolveu pedir ajuda aos meninos do 1º ano da escola de Mirante de Sonhos. Os meninos não perderam tempo, toca a ajudar! Meteram neve dentro da escola para o Boneco de Neve poder entrar e não derreter, abriram as janelas para entrar ar frio… Ajudaram o mais que puderam, até arranjaram um trenó para o pôr em cima e para o levarem para a escola! Mas era uma trabalheira e os meninos tinham muito frio na escola. Não estava a resultar…
Os meninos pensaram, pensaram e lembraram-se de lhe dar uma poção mágica: Catchapum, PUFFFF! O Branquinho transformou-se em humano. Que alegriaaaaaaaa!!! Agora já consegue andar, estudar, ler, escrever, brincar, comer, sentar-se… Já tem cérebro, já pode pensar. Pode viver como sempre sonhou. O Branquinho está FELIZ!!!! E até sabe rimar e cantar:


Sou o boneco de neve
E sou muito fofinho.
Agora já sei escrever
E o meu nome é “Branquinho”.


Vivo na Escola de Sonhos
E gosto de trabalhar.
Agora que me transformei,
Até já posso brincar!

1ºs anos da EB de Mirante de Sonhos
(Dar um final a uma história começada)






Trabalhos realizados a partir da exploração do livro "Um bocadinho de inverno"






O INVERNO É…

A neve a cair.
E o tempo frio.
As árvores sem folhas.
E a chuva a cair.
As pessoas agasalhadas.
Os animais a hibernar.
O vento sopra.

1º ano G da Escola de Mirante de Sonhos


O INVERNO É…

Uma estação do ano
A chuva a cair
O vento a soprar
As árvores despidas
A neve a cair
A natureza vestida de branco
Os desportos na neve
As pessoas agasalhadas
Os animais a hibernar…

1º ano H da Escola de Mirante de Sonhos


O Inverno


No inverno há
Chuva, neve e frio
O inverno chega
Bate forte no portão
Trouxe com ele nuvens
E a água a cair ao chão.

Os meninos vestem
Os seus gorros e camisolas
Calçam as suas galochas
E saem de manhã para as escolas.

As crianças brincam
Sempre agasalhadas
Chilreiam como os pássaros
Saltam, correm às caçadas.


Turma 2º H - Mirante de Sonhos